quinta-feira, 23 de abril de 2015

O  Nascimento de Moisés


O menino Moisés no rio


Leitura bíblica: Êxodo 1:6-22; 2:1-10   

Para memorizar: "Tu és o meu abrigo." Salmo 32:7 


Contando a História

Mais tarde José e todos os seus irmãos morreram, e também todos os outros daquela geração. Mas os descendentes de Jacó, os israelitas, tiveram muitos filhos e aumentaram tanto, que se tornaram poderosos. E eles se espalharam por todo o Egito.
Depois o Egito teve um novo rei que não sabia nada a respeito de José. Ele disse ao seu povo:
- Vejam! O povo de Israel é forte e está aumentando mais depressa do que nós. Em caso de guerra, eles poderiam se unir com os nossos inimigos, lutariam contra nós e sairiam do país. Precisamos achar um jeito de não deixar que eles se tornem ainda mais numerosos.
Por isso os egípcios puseram feitores para maltratar os israelitas com trabalhos pesados. Porém quanto mais os egípcios maltratavam os israelitas, tanto mais eles aumentavam. Os egípcios ficaram com medo e os escravizaram, tornando suas vidas amargas.
O rei do Egito deu a Sifrá e a Puá, que eram parteiras, a seguinte ordem:
- Quando vocês forem ajudar as mulheres israelitas nos seus partos, façam o seguinte: se nascer um menino, matem; mas, se nascer uma menina, deixem que viva.
porém as parteiras temiam a Deus e não fizeram o que o rei do Egito havia mandado. 
O povo de Israel aumentou e se tornou muito forte. Então o rei deu a seguinte ordem a todo o seu povo:
- Joguem no rio Nilo todos os meninos israelitas que nascerem, mas deixem que todas as meninas vivam.
Um homem e uma mulher da tribo de Levi casaram. A mulher ficou grávida e deu à luz um filho. Ela viu que o menino era muito bonito e então o escondeu durante três meses. Como não podia escondê-lo por mais tempo, ela pegou uma cesta de junco, pôs nela o menino e deixou a cesta entre os juncos, na beira do rio. A irmã do menino ficou de longe, para ver o que ia acontecer com ele.
A filha do rei do Egito estava tomando banho no rio, quando viu a cesta no meio de uma moita e mandou que uma das suas escravas fosse buscá-la. A princesa viu um bebê chorando e ficou com pena dele e disse:
- Este é um menino israelita.
A irma do menino se aproximou e perguntou se a princesa queria que ela chamasse uma mulher israelita para amamentar e criar a criança.
- Vá, respondeu a princesa.
Então a menina foi e trouxe a própria mãe do menino.
A princesa disse:
- Leve esse menino e o crie para mim, que eu pagarei pelo seu trabalho.
A mulher levou o menino e o criou. Quando já estava grande, ela o levou à filha do rei, que o adotou como filho.Ela pôs nele o nome de Moisés e disse:
- Eu o tirei da água.


O menino Moisés no rio para colorir